Alvíssaras

by Philippe Meyohas

/
  • Streaming + Download

     

1.
2.
3.
02:04
4.

credits

released August 12, 2015

Composto e arranjado por Philippe Meyohas.

Gravado por Bruno Taborda, Caio Maia, Maurício Qpin e Wagner Monaco na Vila Musical, Rio de Janeiro, e por Daniel Escobar no HR Estúdio, Rio de Janeiro. Mixado por Matias Correa e masterizado por Luiz Tornaghi.

Acompanham: Adilson Alves (clarinete), Lise Bastos (contrabaixo), Carmel Ramos, Felipe Neiva e Raquel Meyohas (coro). A instrumentação restante é executada pelo autor — canto, teclado e violão.

Projeto gráfico e ilustrações de Daniel Frickmann.

Além dos envolvidos diretamente e de diferentes maneiras, agradeço ao alento sobretudo moral dos meus amigos e do meu pai, Simão Meyohas.

Para Ana Lúcia Saraiva e Nely Rachel Meyohas.

Independente.

tags

license

all rights reserved

about

Philippe Meyohas Brazil

contact / help

Contact Philippe Meyohas

Streaming and
Download help

Track Name: O Vento Triste Que Vai e Não Volta Me Segue Aonde Quero Chegar
Hoje, fui embora mais cedo
Mas não tinha medo
Do que estava por vir

Hoje, mais tarde
Lhe conto a verdade
Sobre o que quiser
Depois de dormir

Não que eu não lhe deva nada
Faz parte da jornada
Se deixar ao relento

Não que eu
Lhe deixe enganada
Antes de sua chegada
Com fulgor ao fim

Se não agora, ia ser uma hora
Que tudo iria ruir
Se, contudo, embora cruze a boa esperança
É pra ver seu futuro daqui

O que cê tinha a fazer de melhor já fizeram
E expuseram de frente pra cá
O que lhe falta entender todos já entenderam
E escreveram com sangue no mar

Hoje, fui embora mais cedo
Mas não tinha medo
Do que estava por vir

Hoje, mais tarde
Me volta a vontade
De sangrar a saudade
No menos tardar

Que o vento triste, que vai e não volta
Me segue aonde quero chegar
O vento triste, que é triste por fama
Diz “vá, vá, vá”

O vento triste, que vai e não volta
Me segue aonde quero chegar
O vento triste, que vem da Guanabara
Diz “vá, vá, vá”
Track Name: Serra da Estrela
Me traga os montes da Serra da Estrela
E a estrela que dá nome ao lugar
Mas traga também a tristeza
De quem se perdeu por lá

Se não souber onde brotam as montanhas
Siga seu curso
Pelas esperanças frustradas
Derramadas das veias que abriu
Track Name: Ponte
É, eu sei
Meu juízo está perto
antes que possa negar

E também
o que você vai dizer
Quando não houver mais hora

Mas eu vou lá
Eu vou lá
Para me curar
Eu vou lá
Eu vou lá
Pelo sol quente ou a gear
E se ainda assim demorar
Me deixe sobre minha conduta

Meu amor
está do outro lado
de uma ponte sobre o mar

Antes se mataria por mim
hoje quer me matar

E eu vou lá
(Seguir pra reencontrar)
Eu vou lá
(e encontrar o quê?)
Para lhe curar
(O porvir que escorre entre as mãos)
Eu vou lá
(Fugir pra reencontrar)
Eu vou lá
(e reencontrar o quê?)
De costas pro pesar
(O fado é brutal mas é em vão)
E se ainda assim
(O fado é brutal)
eu voltar
(mas é em vão…)
Voltaria só pra ir de novo
Track Name: Bem Depois de Tudo Alguém Virá
Bem atrás de um muro estamos nós
Que não vamos mais nos ressentir
E o que você tem a dizer
Não mais nos atinge em nada

Bem depois de tudo alguém virá
Pela manhã ou mais tarde alguém virá
E dirá sem se arrepender
Que o que está atrás é bom ficar atrás

Ou se mesmo assim não for
E seja um rancor
Que em nós reverbere até perce…

...bermos que não era pra ser
E que quem fez, fez somente por amor
Mesmo sem querer transparecer
Mesmo sem querer algo em troca